capítulo 7

 

construindo

o futuro

na mídia

As empresas de jornalismo e mídia precisam estabelecer novos sistemas de valores para permanecer competitivas e relevantes. Para moldar o futuro do setor de mídia e de suas redações individuais, as empresas precisam demonstrar flexibilidade e adaptabilidade em resposta ao seu público.

Temas principais: relevância do público, comportamento de consumo de conteúdo, confiança, mentalidade digital nativa.

  • Adotar trabalho interdepartamental nas organizações.

  • Redefinir funções existentes e criar novos papéis de liderança.

  • O gerenciamento de produtos digital torna-se função principal.

  • A co-criação com o público torna-se uma prática comum.

EXPLORE

É aqui que você cria um futuro desejável para sua organização e para o setor de notícias e mídia. Pense nisso como um kit de ferramentas para ajudar você a mapear uma visão futura, com componentes de cada seção aplicados a diferentes estágios do seu crescimento futuro.

Começaremos estabelecendo uma visão estratégica para três a cinco anos e definindo quais novas funções você precisará contratar, sistemas a serem implementados e fluxos de trabalho a serem adotados para chegar lá. As etapas imediatas que compartilhamos anteriormente ajudarão nas próximas etapas necessárias para iniciar essa jornada.

Acreditamos que há três áreas principais para focar nos próximos três a cinco anos:

1

sistemas de valor de

empresas de

jornalismo e mídia

À medida que uma empresa de jornalismo e mídia avança, será importante estabelecer novos sistemas de valores para que ela permaneça competitiva e relevante. Esses valores devem ser projetados tendo o usuário como foco e precisam ser flexíveis; o público muda e as empresas buscam novos públicos. Devem ser abordados temas principais, como relevância do público, comportamento de consumo de conteúdo, confiança, uma mentalidade digital nativa e muito mais.

2

novos fluxos de

trabalho e design 

organizacional

À medida que nosso setor se afasta do modelo tradicional baseado em impressão e focado na distribuição para um modelo não baseado em distribuição, a forma como as empresas são estruturadas e os fluxos de trabalho dentro delas precisam mudar. Um foco claro nas plataformas digitais emergentes será um primeiro passo óbvio, à medida que o vídeo, a tecnologia (realidade virtual e inteligência artificial) se tornarem mais prevalentes. As organizações precisarão trabalhar de forma mais interdepartamental e manter os olhos na centralização do usuário em tudo o que fazem. As estruturas de times precisarão ser reorganizados já que o gerenciamento de produtos digitais assumirá um papel de liderança e a co-criação com o público precisará se tornar uma prática comum.

3

novos

comportamentos

Para se tornar relevante para o cliente e criar estabilidade financeira, as empresas de jornalismo e mídia precisarão adotar novos comportamentos em seus departamentos, como:

 

  • Colaboração interdepartamental.

  • Escuta ativa do público.

  • Empatia com o usuário.

  • Triangulação de métodos de pesquisa.

  • Ética dos dados.

  • Diversidade de voz.

  • Envolvimento com a comunidade.

  • Ter uma mentalidade de produto.

  • Experimentação.

  • Receber e adaptar-se ao feedback do usuário.

  • Uma mentalidade de "falhar rápido para ter sucesso".

  • Um espaço dedicado ao desenvolvimento e teste de produtos.

desenvolvendo

papéis do futuro

na mídia

O cenário de jornalismo e mídia mudou drasticamente e, como tal, as empresas de jornalismo e mídia precisam redefinir os papéis existentes, além de trazer novos, para manter sua capacidade de levar conteúdo desejável para o público. Neste capítulo, você verá uma lista de funções e seus conjuntos de habilidades relacionadas que ajudarão a configurar sua organização para o sucesso no futuro.

5 principais funções:

1. Gerente de inovação de modelo de negócios
2. Intérprete de Dados
3. Representante do público

4. Líder de produto digital
5. Gerente de Experiência de Aprendizagem

“À medida que mais empresas de jornalismo fazem mais com menos, elas precisam identificar maneiras de falhar com mais inteligência e impedir que as falhas do passado sufoquem a exploração de novas ideias.”

Michael Grant

1. Gerente
de inovação de

modelo de negócios

Descrição do cargo

 

Essa função ajuda a definir e manter novos modelos de negócios e receita, com um entendimento claro de como as organizações precisam funcionar em um cenário de constante mudança. Você entenderá a necessidade de empresas de jornalismo e mídia e terá um conhecimento claro das melhores práticas em diversas plataformas digitais, a fim de determinar melhor a aquisição de clientes e os fluxos de receita.

 

Como nosso setor se afastou dos modelos baseados em distribuição, é mais importante do que nunca que nossa receita venha de um ponto de vista digital e centrado no usuário. Excelentes habilidades de apresentação e geração de relatórios são essenciais, pois você fornece informações e orientações aos nossos executivos e principais interessados sobre as novas direções dos negócios. Suas tarefas diárias envolverão a supervisão de projetos de inovação e o contato com os chefes de departamento e executivos. Você também trabalhará com Desenvolvimento de negócios, Finanças e Recursos Humanos para garantir que as projeções de modelo de negócios sejam desenvolvidas, gerenciadas, mantidas e entregues.

Descrição do cargo

 

Nesta função, você será fluente em tudo relacionado a dados. Desde ter uma forte compreensão dos melhores métodos de captura de dados, a ter a capacidade aguçada de transformar dados brutos em insights acionáveis do usuário que guiarão a equipe do produto. Você também deve ser fluente em ética de dados, trabalhando para informar novos produtos e tecnologias que incluem inteligência artificial garantindo que nossas iniciativas lideradas por algoritmos estejam em conformidade com os padrões éticos digitais, regional e globalmente. Acima de tudo, você será uma parte fundamental da nossa equipe de inovação, gerenciando a inteligência coletiva (combinando inteligência de dados e tecnologia com inteligência do usuário por meio de pesquisas de campo e workshops) e unindo esses mundos para a equipe

.

2.  Intérprete de dados

3. Representante
do público

Descrição do cargo

 

Como representante do público, seu papel é atuar como a ponte entre a redação e o mundo exterior. Você passará algum tempo em campo realizando pesquisas de usuários com os Intérpretes de Dados, bem como realizando pesquisas na área de trabalho, garantindo foco nos tópicos atuais, além de representar uma grande variedade de vozes. Sua principal responsabilidade será ajudar a orientar a equipe de conteúdo e produto, fornecendo relatórios sobre as necessidades do público relacionadas aos tópicos de conteúdo. Você realizará workshops de co-criação com os usuários para entender melhor o que eles consideram significativo e relevante. Você também destacará como o público visualiza os tópicos, a profundidade de seus conhecimentos e qualquer informação adicional necessária como resumo do departamento de conteúdo. Você atuará como um representante do nosso público, ajudando a garantir que nossas iniciativas realmente tenham relevância para ele

.

Descrição do cargo

 

Como líder de produto digital, você ajudará a definir a visão para novos produtos e iniciativas de conteúdo. Você fará a direção geral do produto, desde a visão estratégica até o fim do ciclo de vida do produto. Durante todo o processo, você terá um entendimento claro das necessidades do usuário e as traduzirá em MVPs de design, liderando a equipe de desenvolvimento. Você se envolverá em atividades de pesquisa de usuários, identificará problemas e espaços de oportunidades e determinará um caminho claro a seguir por meio de roteiro, definição de recursos e priorização de desenvolvimento. Você será fluente em tudo o que é digital e terá um forte entendimento das melhores práticas em uma variedade de plataformas atuais e emergentes, tanto em um sentido mais amplo quanto em um nível de micro-interação. Você trabalhará com os representantes do público para determinar a melhor forma de responder às necessidades do usuário em nossas iniciativas de conteúdo e produto.

4. Líder de produto digital

5. Gerente de experiência

de aprendizagem

Descrição do cargo

 

Como Gerente de Experiência de Aprendizagem, você se reportará diretamente ao Diretor de Inovação, além de trabalhar junto às equipes de Recursos Humanos e Finanças, para coordenar treinamentos internos, workshops e outras atividades. Você ajudará a identificar as lacunas de habilidade em relação à natividade digital, centralização no usuário e comportamentos tecnológicos emergentes, além de fornecer suporte prático para melhorar habilidades por meio de treinamento interno e externo, gerenciar plataformas de aprendizado adaptáveis e acompanhar o progresso através de sessões de mentoria com todos os funcionários. Além disso, você buscará ativamente parceiros externos, organizará agendas de treinamento e workshops, além de documentar experiências de aprendizado para feedback e relatórios executivos.

Aprendizados

Construa conosco